Você não possui itens.

BITTER MELON 60 cápsulas 250mg Fitoterápico hipoglicemiante


BITTER MELON

FITOTERÁPICO HIPOGLICEMIANTE

Momordica charantiaI (Bitter melon) é uma planta medicinal amplamente encontrada na Ásia, África ocidental e na América do norte. Seu fruto é de forma oblonga e semelhante ao pepino com algumas nervuras em toda sua superfície. Bitter Melon é rico em carboidratos, proteínas, sais minerais, vitaminas e outros fitoquímicos como glicosídeos, compostos saponínicos, alcalóides, redutores de açúcar, resina fenólica, ácidos livres e óleos. É uma das plantas mais estudadas para o tratamento do diabetes mellitus (DM), sendo provavelmente a mais utilizada no mundo para este fim.

Estudos preliminares sugerem que o melão amargo também pode aumentar a habilidade de controlar a taxa de açúcar na diabetes tipo 2. Três ingredientes ativos no melão amargo, conhecidos como saponinas esteroidais (chantina, insulina e alcalóides) são responsáveis pela redução das ações do açúcar no sangue que podem oferecer potenciais benefícios a indivíduos com diabetes mellitus. Também pode ser utilizada para beneficiar a saúde de forma geral, pois oferece um diversificado perfil de propriedades, tais como antioxidante, antibiótico, antidiabético e antiviral.

 

MECANISMO DE AÇÃO

Estimula a liberação da insulina do pâncreas e bloqueia a formação de glicose na corrente sanguínea.

Vicina, charantina e polipeptídeo – Tanto em animais quanto em humanos, aumenta a absorção de glicose e a síntese de glicogênio no fígado, músculo e tecido adiposo e aumenta a tolerância à glicose. Estudos com enzimas hepáticas em ratos revelaram a redução da glicose, nas atividades de 6 – fosfatáse e frutose -1,6 – bifosfatáse e oxidação da glicose aumentada pelo caminho G6PDH.

Bitter Melon apresenta atividade citotóxica contra células leucêmicas in vitro (inibidor guanilato ciclase).

 

INDICAÇÕES

*Ajuda a regular o açúcar pela supressão da resposta neural para o estímulo do sabor

doce

*Usado para tratamento de diabetes mellitus

*Usado em casos de indigestão

*Atrasa a formação de cataratas

*Alivia dores decorrentes de complicações neurológicas

*Antibiótico

*Antitumor (constituintes luteína e licopeno)

*Antiviral

*Afrodisíaco

*Aumenta a absorção de glicose pelos tecidos (devido à charantina)

Imunosupressivo (modulando a atividade dos linfócitos T e B e suprimindo a atividade

macrófaga)

*Inibe a corticotropina – lipose induzida

*Insulinomimético

*Hipotensivo

*Laxativo

*Estomáquico

*Vermífugo

 

REAÇÕES ADVERSAS

Diarreia e dores abdominais.

 

COMPOSIÇÃO  

Bitter melon.....................250mg

60 cápsulas

 

MODO DE USAR

Tomar de 1 cápsula após o almoço e uma cápsula após o jantar. 

  

CONTRA-INDICAÇÕES:          

Contra indicado para gestantes, lactantes, pessoas com hipoglicemia ou baixa taxa de açúcar.

*No que diz respeito às interações medicamentosas de Bitter melon, esta pode potencializar o efeito da insulina e antidiabéticos orais, devido aos seus efeitos hipoglicemiantes. Os pacientes devem ser aconselhados a uma monitorização restrita dos níveis de glicemia, caso associem esta planta medicinal ao seu regime terapêutico.

 

ADVERTÊNCIAS

1.Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. Imagens meramente ilustrativas.
3. É recomendável uma dieta e exercícios físicos para auxiliar a redução de peso.
4. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
5. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda- se descontinuar o uso e consultar o médico.
6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
10. Embora não existam contra- indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta.
11. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.
12. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.
13. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO"

As informações contidas nesta página não caracterizam publicidade e não induzem a auto-medicação

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

EE, SHIAN TAN; et al. Extraction of steroidal glycoside from small-typed bitter gourd (Momordica charantia L.). J. Chem. Pharm. Res., 2015, 7(3):870-878.

BASCH, W. E.; et al. Bitter Melon (Momordica charantia): A Review of Efficacy and Safety. Am J Health-Syst Pharm. Vol. 60, February 15, 2003.

CARVALHO, A.C.B; et al. Estudos da atividade antidiabética de algumas plantas de uso popular contra o diabetes no Brasil. Rev. Bras. Farm., 86(1): 11-16, 2005.

TELES, D.I.C.A. Fitoterapia como tratamento complementar na Diabetes mellitus. Dissertação (Mestrado). Universidade Fernando Pessoa. Porto, 2013.

ROCHA, M.T.A. Efeitos de Momordica charantia L. em ratos diabéticos. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Viçosa. Minas Gerais, 2010.

· Fabricante

· Ecologia da polinização de Momordica charantia L. (Cucurbitaceae), em Florianópolis, SC,

Brasil, Rev. bras. Bot. vol.28 no.3 São Paulo July/Sept. 2005.
 
· Basch E, Gabardi S, Ulbricht C. Bitter melon (Momordica charantia): a review of efficacy
and safety. Am J Health Syst Pharm 2003;Feb 15, 60(4):356-359. Review.
 
· Choi J, Lee KT, Jung H, et al. Anti-rheumatoid arthritis effect of the Kochia scoparia
fruits and activity comparison of momordin lc, its prosapogenin and sapogenin. Arch Pharm
Res 2002;Jun, 25(3):336-342.
 
· Grover JK, Rathi SS, Vats V. Amelioration of experimental diabetic neuropathy and
gastropathy in rats following oral administration of plant (Eugenia jambolana, Mucuna
pruriens and Tinospora cordifolia) extracts. Indian J Exp Biol 2002;Mar, 40(3):273-276.
 
· Lee-Huang S, Huang PL, Chen HC, et al. Anti-HIV and anti-tumor activities of recombinant
MAP30 from bitter melon. Gene 1995;161(2):151-156.
 
· Leung SO, Yeung HW, Leung KN. The immunosuppressive activities of two abortifacient
proteins isolated from the seeds of bitter melon (Momordica charantia).
Immunopharmacology 1987;Jun, 13(3):159-171.
 
· Limtrakul P, Khantamat O, Pintha K. Inhibition of P-glycoprotein activity and reversal of
cancer multidrug resistance by Momordica charantia extract. Cancer Chemother
Pharmacol 2004;Dec, 54(6):525-530.

Indique para um amigo


R$ 78,20

    Parcelamento

  • 1 x R$ 78,20 = R$ 78,20
  • 2 x R$ 39,10 = R$ 78,20
  • 3 x R$ 26,07 = R$ 78,20
  • 4 x R$ 20,53 = R$ 82,13*
  • 5 x R$ 16,59 = R$ 82,93*
  • 6 x R$ 13,96 = R$ 83,74*
  • 7 x R$ 12,08 = R$ 84,55*
  • 8 x R$ 10,67 = R$ 85,36*
  • 9 x R$ 9,58 = R$ 86,19*
  • 10 x R$ 8,70 = R$ 87,01*
  • 11 x R$ 7,99 = R$ 87,84*
  • 12 x R$ 7,39 = R$ 88,68*
  • *parcela com taxa de 1,99% a.m.

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossas novidades


Todos os direitos reservados • Florata Pharma • Desenvolvido por W2F Publicidade

  •